Blog

LIÇÃO DE VIDA PARA O MEU FILHO LUIGI

13 jun , 2018  

35146946_1021658574658796_3552578049947992064_n

Depois de um dia de compras, Luigi e eu decidimos sentar em uma lanchonete no shopping na volta para casa.
Nesse momento uma moça grávida junto com um garoto, vieram nos oferecer balas para comprar. Antes mesmo que eu pudesse responder, uma senhora muito cruel se levantou e gritou para o segurança do shopping: “SEGURANÇA, TIRE ESSES DOIS DAQUI, ELES ESTÃO CONSTRANGENDO À TODOS”.

Nesse hora, meu filho olhou para mim e perguntou: “Mamãe, o que é constrangendo?”
Expliquei e ele disse: “Nossa, eles só estavam vendendo balas! Que mulher malvada”.
Um confusão começou… a mulher gritava, a moça grávida se defendia e o segurança não sabia o que fazer e todos alí olhando aquilo sem fazer absolutamente nada!
Fui embora, mas na porta do shopping respirei fundo e voltei…. a briga continuava!!!!
Luigi falava: “Mamãe, você vai voltar para defender eles, não vai???
Eu disse: “Vou sim filho, alguém tem que defender aquela moça grávida e aquele menino!”
Voltei com fogo nas ventas, olhei para os olhos daquela criatura cruel e disse: “Sabe quem está constrangendo à todos??? Você, com essa sua arrogância nojenta, e sabe de uma coisa??? Quando a senhora morrer vai para o mesmo lugar que eles, para debaixo da terra, com a diferença que eles provavelmente vão para o céu e você vai direto para o inferno!!!”
Sentia as mãozinhas do Luigi apertando as minhas com força, como quem diz… “coragem mamãe!”
A senhora revidou e começou a me xingar com um linguajar vulgar e impertinente. Virei as costas e fui embora; meu filho não precisava ouvir aquilo!
Já dentro do taxi olhei para o Luigi e disse: “Desculpa, filho… mas a mamãe tinha que defender aquelas pessoas. Ninguém defendeu aqueles dois, a mamãe precisava fazer alguma coisa.
Nessa hora meu filho olhou para os meus olhos com os olhos cheios marejados e disse: “Você foi tão corajosa mamãe, e eu fiquei com tanto orgulho de você”. Depois disso me deu um abraço apertado que jamais iremos esquecer!
Nisso ele aprendeu o significado da palavra “compaixão”!
Se tivesse ido embora sem defender aqueles dois, qual mensagem eu teria passado ao meu filho?


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *